SELECIONE A NOTÍCIA

13/05/2011 - Manter a segurança no condomínio

1. Quais são as dicas para o porteiro?

 

Deve conhecer os moradores; ser treinado por empresas especializadas, que lhe ensinem como identificar golpes e situações de risco; evitar contato direto com desconhecidos e visitantes e desconfiar de prestadores de serviço que chegam acompanhados, checando com a empresa antes de autorizar a entrada, entre outras.

2. O que ele deve evitar?

Jamais deve passar informações sobre moradores.

3. Que medidas o condomínio deve adotar?

Investir em segurança e medidas preventivas, como a instalação de portões duplos nas entradas de pedestres e de automóveis, insulfilm nas guaritas e câmeras nos ambientes.

4. E os moradores?

Não entregar as chaves do apartamento aos funcionários do prédio; informar o zelador sobre grandes períodos de afastamento; não entrar ou sair quando o porteiro estiver identificando um estranho.

5. O condomínio pode ser responsabilizado por alguma ação criminosa?

O Poder Judiciário tem decidido que o condomínio não é responsável, salvo se ficar comprovada falha na ação dos funcionários ou se o condomínio não oferecer segurança.

Fontes: site do Secovi (http://www.prodef.com.br/noticias/arq_not/seguranca_condominial.pdf) e Rodrigo Karpat, advogado imobiliário

Fonte: O Estado de S.Paulo

© 2011 ASERTEC - Assessoria em Serviços Técnicos. Todos os direitos reservados | E-mail: contato@asertec.com.br
E.C.Rua Cônego Manuel Vaz, 567 - Santana - Cep: 02019 050 - São Paulo - SP | Fone/Fax: (11) 4485-3475 - Cel: (11) 7712-1011

Produzido por ocaso.com.br